Netflix é a empresa mais avançada em transformação digital, revela pesquisa

Levantamento mostra quais companhias de mídia e telecom sabem usar os elementos digitais em modelos de gestão interno e em estratégias externas, criadas principalmente para propiciar novas experiências ao usuário final

A mobilidade associada a tecnologias que produzem novas experiências de consumo aos usuários foi o ponto de partida do estudo “Régua da Transformação Digital – Convergência”, produzido pela consultoria nacionalE-Consulting Corp.

O levantamento analisou os principais veículos midiáticos brasileiros, assim como as principais companhias telefônicas com operação no País para saber quais estão mais avançadas e consolidadas quando o assunto é adotar conceitos e práticas de transformação digital em modelos de gestão interna, bem como em estratégias externas, criadas a fim de propiciar novos experimentos para facilitar a vida do usuário final.

Na prática, o objetivo do estudo da E-Consulting é medir, em uma escala de um a cinco pontos, como estas empresas usam os elementos digitais de forma inteligente, tanto de dentro para fora, como de fora para dentro. Ou seja, como oferecem a tecnologia de maneira mais funcional possível a todos os seus stakeholders, indo de colaboradores a consumidores, ultrapassando a barreira da inovação gratuita.

“Não é só inovar, criar uma plataforma de streaming ou usar bots no atendimento aos clientes. A proposta do estudo é apontar quais emissoras de televisão, jornais, portais de conteúdo e empresas de telefonia dão continuidade à jornada digital de modo a conectar diversas tecnologias num só meio para levar algum valor, principalmente intangível, aos seus diferentes públicos”, explica Daniel Domeneghetti, CEO da E-Consulting e porta-voz da pesquisa.

A partir desta premissa, o levantamento traz em primeiro lugar a Netflix como a empresa com negócios no mercado de convergência tecnológica com mais evidências e elementos ligados à Transformação Digital. A plataforma conquistou 4,4 pontos no ranking do estudo, que traz a nota máxima de 5,0 pontos. “Ela já nasceu para a nova geração e traz na sua essência o modelo inovador de serviço de streaming”, completa Domeneghetti.

O estudo cita ainda mais como exemplos de criação e desenvolvimento de ofertas e serviços nativamente digitais: UOL (4,12); TV Globo (4,02), Vivo (3,96 ), NET / Claro (3,94 ); Sky (3,71); Telefonica (3,54); TIM (3,39 ); Rede TV (3,32 ); Record, que recentemente lançou embarcou no mundo on demand com o lançamento do Playplus (3,29); Nextel (3,28) e Bandeirantes (3,01).

Entenda a metodologia

A E-Consulting se debruçou em instrumentos como cliente oculto, enquetes on-line, inteligência competitiva, análise de mídias sociais, premiações, posições em rankings do setor. Entrevistas com executivos do varejo e com clientes, além de parceiros tecnológicos também serviram de base para concretizar os resultados do estudo “Régua da Transformação Digital – Mídia e Telecom”.

As notas do ranking, pontuadas de 0 a 5, foram construídas com base em diversos critérios que materializam o processo de competitividade a partir da transformação digital tanto internamente, envolvendo a apuração de sistemas de gestão, investimentos em TI, metodologias avançadas, organização produtiva e plataformas, bem como externamente, que considera a avaliação de seus diferentes stakeholders, tais como consumidores, clientes, funcionários e especialistas em relações midiáticas e no mercado de telecomunicações.

As 12 mais digitais do setor de convergência

Netflix 4,41
UOL 4,12
TV Globo 4,02
VIVO 3,96
NET / Claro 3,94
Sky 3,71
Telefonica 3,54
TIM 3,39
Rede TV 3,32
Record 3,29
Nextel 3,28
Bandeirantes 3,01

 

Fonte

Tiago S. Barbosa Ferreira

Tiago S. Barbosa Ferreira

Partiner em SorocabaTI
Atuando na área de infraestrutura e Suporte desde 2005.

Atualmente trabalho com Analise e Suporte, Infraestrutura de redes, Administração de Servidores e analise e levantamentos de requisitos para projetos de implantação e migração de ambientes!
Tiago S. Barbosa Ferreira

Posts Relacionados

Leave a Comment