Bitcoin sobe 23% em duas horas e surpreende; criptomoedas operam em alta

A semana começou em forte alta para o bitcoin e para as principais criptomoedas do mercado. Às 2h da manhã o BTC iniciou um forte movimento de alta, saindo dos US$ 6.400 e chegando aos US$ 7.788 em menos de duas horas.

Às 9:00, após o susto, a criptomoeda recuou e é negociada a US$ 7.000. No Brasil, o BTC subiu quase R$ 3.000 e chegou a R$ 26.552.

O motivo da alta está sendo creditado ao Tether, uma criptomoeda estável pareada ao dólar.

O Bitcoin está sendo negociado com ágio nas exchanges que integraram o USDT (Tether), como OKEx e Huobi, dado que grandes players estão demonstrando insegurança e vendendo suas posições após boatos de insolvência ligando o Tether e a exchange Bitfinex.

O repentino despejo do token USDT fez com que o preço da stablecoin caísse para US$ 0,94, em cerca de 6%, em relação à sua posição de US$ 1. A queda no valor do USDT formou um ágio nas principais exchanges de criptomoedas integradas ao Tether.

Dado o ágio no TrueUSD (TUSD), uma outra stablecoin, só que regulada e auditada, é evidente que os traders estão saindo do USDT para comprar moedas como Bitcoin e Ethereum, e investir em outras stablecoins como TUSD, Gemini Dollar (GUSD) e PAX.

Criptomoedas em alta

Com o movimento do bitcoin, as principais criptomoedas acompanharam e também operam em alta.

Os principais destaques são o Ethereum e XRP, com valorizações superiores s 6%. Entre as 20 maiores criptomoedas, apenas o Dogecoin e Tether operam em queda.

O valor de mercado das criptomoedas está em US$ 212 bilhões e o marketshare do bitcoin em 54%.

 

Fonte

 

Tiago S. Barbosa Ferreira

Tiago S. Barbosa Ferreira

Partiner em SorocabaTI
Atuando na área de infraestrutura e Suporte desde 2005.

Atualmente trabalho com Analise e Suporte, Infraestrutura de redes, Administração de Servidores e analise e levantamentos de requisitos para projetos de implantação e migração de ambientes!
Tiago S. Barbosa Ferreira

Posts Relacionados

Leave a Comment