Bitcoin sobe quase US$ 500 em 15 minutos; entenda o que aconteceu

BitMiner - free and simple next generation Bitcoin mining software

O bitcoin, que estava consolidado na região dos US$ 6.400, teve um pico até os US$ 6.900 às 22h de terça (21) em um intervalo de menos de 15 minutos. Nesta manhã de quarta, o BTC está sendo negociado a US$ 6.665.

No Brasil, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), a cotação do BTC subiu quase R$ 2.000 e a criptomoeda já é negociada acima dos R$ 27.000 novamente. Além desse movimento, a alta do dólar também colabora para a alta do bitcoin no Brasil. Nesta terça, o dólar chegou a ser cotado acima dos R$ 4,00 pela primeira vez desde o início de 2016.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex

Mesmo com essa recuperação, o bitcoin continua operando no negativo no mês de agosto, com uma queda de 13%. No segundo semestre, porém, o acumulado é de +5%.

O que impulsionou esse movimento de alta

O incidente em questão ocorreu exatamente às 22:00, quando o BTC saltou de US$ 6.466 para US$ 6.745 durante uma única vela de um minuto na Bitfinex, e o preço do bitcoin continuou aumentando, chegando a cerca de US$ 6.900 antes de iniciar um pequeno recuo.

Ao que tudo indica, esse movimento pode não ter sido muito orgânico. Isso ocorreu quase no exato momento em que a BitMEX, uma plataforma de negociação alavancada de criptomoedas que lida com bilhões de dólares em contratos diários, e que recentemente movimentou mais de 1 milhão de BTCs em 24 horas, ficou offline para manutenção programada.

Em poucas horas, porém, a plataforma foi restaurada e retomou suas operações normais, permitindo que os usuários executassem negociações e ordens.

De acordo com a CCN, alguns analistas disseram que o aumento no preço do Bitcoin demonstrou uma manipulação no mercado por grandes players, que aproveitaram o tempo de inatividade da BitMEX, período em que os traders não podiam operar vendido e segurar o preço do bitcoin, para fazer com que a criptomoeda subisse.

Além dessa “coincidência”, outra notícia importante no mercado é que a a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC) tem até a próxima quinta-feira (23) para divulgar seu veredicto sobre o pedido da ProShares para negociar fundos de índices (Exchange-Traded Funds, ETF) de bitcoin. Segundo regulamento interno do órgão, não é mais possível postergar a decisão. Logo, até quinta teremos uma aprovação de um ETF de bitcoin ou, mais um pedido negado.

Criptomoedas têm pouca variação

Com exceção do BTC, EOS e VeChain, dentro das últimas 24 horas, as criptomoedas estão estabilizadas. Na variação semanal, a grande maioria está operando no positivo, com a VeChain tendo uma alta superior a 90%, seguida pela Ripple (XRP) e IOTA, com 17,93% e 12,56% respectivamente.

O valor de mercado somado das criptomoedas também voltou a subir e já se encontra acima dos US$ 215 bilhões, após ter chegado a ficar abaixo dos US$ 200 bi.

 

Fonte

Tiago S. Barbosa Ferreira

Tiago S. Barbosa Ferreira

Partiner em SorocabaTI
Atuando na área de infraestrutura e Suporte desde 2005.

Atualmente trabalho com Analise e Suporte, Infraestrutura de redes, Administração de Servidores e analise e levantamentos de requisitos para projetos de implantação e migração de ambientes!
Tiago S. Barbosa Ferreira

Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


*