Navegador Opera Adiciona Proteção Contra Mineradores de Criptomoedas em Smartphones

BitMiner - free and simple next generation Bitcoin mining software

Os mineradores de criptomoedas incorporados em sites tornam-se cada vez mais um problema para smartphones, mas o navegador Opera está tentando remover a ameaça para seus usuários.

O Opera, que já introduziu a proteção contra mineração de criptomoedas em suas versões baseadas em desktop, agora está colocando a mesma característica em seus navegadores de smartphones, anunciou a empresa na segunda-feira.

O novo recurso estará disponível no Opera Mini e no Opera para Android, de acordo com um comunicado de imprensa, e faz parte da função de bloqueador de anúncios nativo do navegador.

De acordo com o comunicado de imprensa:

O novo recurso anti-mineração é ativado por padrão quando você habilita o bloqueador de anúncios no Opera Mini (iOS e Android) ou Opera para Android. O bloqueador de anúncios pode ser ativado indo em ‘configurações’, e ele irá detectar e parar os scripts de mineração escritos no código de uma página da Web.

O Opera calcula que mais de um bilhão de dispositivos em todo o mundo são mais lentos devido aos mineradores de criptomoedas de sites que os usuários não percebem. Do outro lado da experiência de navegação, a empresa acredita que existem mais de 3 milhões de sites com mineradores de criptomoedas incorporados.

Isso acaba se tornando um problema maior porque grande parte dos sites que utilizam scripts de mineração, não avisam aos seus leitores sobre a mineração.

A mineração escondida pode sobrecarregar as CPUs dos smartphones, forçando o uso de 100% e potencialmente causando um superaquecimento do telefone.

E o dano, às vezes, pode ser permanente. De acordo com um artigo da ZDNet, um trojan gerou tanto calor em um telefone que sua bateria ficou inchada, danificando permanentemente o smartphone.

O trojan foi tão eficaz, que “arruinou o telefone dentro de 48 horas”, de acordo com o artigo.

O novo recurso da Opera já está disponível e o navegador pode ser baixado na Google Play Store, de acordo com o anúncio.

 

Fonte

Tiago S. Barbosa Ferreira

Tiago S. Barbosa Ferreira

Partiner em SorocabaTI
Atuando na área de infraestrutura e Suporte desde 2005.

Atualmente trabalho com Analise e Suporte, Infraestrutura de redes, Administração de Servidores e analise e levantamentos de requisitos para projetos de implantação e migração de ambientes!
Tiago S. Barbosa Ferreira

Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


*